Dr. Sergio Carvalho e Silva ...CRM SP 61235......................................... Saúde Ocupacional ............................................... .............     ..Contato@drsergio.com.br
Como atuar numa emergência
RCP - Ressucitação cardio-pulmonar
Ferimentos
Fraturas, entorses, luxações, imobilização
Hemorragias
Queimaduras
Asfixia
Convulsões
Lesões do olho
Trauma de crânio
Trauma de coluna
Infarto
Caimbras e estiramentos
Desmaios
Intoxicação
Choque elétrico
Exposição ao calor e frio
Caixa de primeiros socorros



Trauma de coluna
A medula nervosa é parecida com um cabo telefônico ,com milhões " fios " em seu interior.

Ela nasce no cérebro e vem descendo por dentro dos ossos da coluna (vértebras), emitindo um ramo de nervo
a cada vértebra. Cada "fio" que compõe este nervo vai até um órgão ou músculo levando a informação (ordem) emitida pelo cérebro.

Num trauma de coluna pode haver fratura de uma vértebra com grande possibilidade de lesar a medula nervosa , interrompendo esta troca de informações.

A altura desta lesão é que determinará as conseqüências , sendo que quanto mais alta , mais grave serão.

Concluímos assim que as lesões cervicais (pescoço) são as mais graves.
A suspeita de lesão na coluna, em qualquer altura , inicia-se pelo tipo de acidente.
Lesões de coluna são comuns em acidentes que envolvem velocidade com parada brusca como de automóveis, motocicletas, queda de grandes alturas , bicicletas e até mesmo esportivos como futebol, patins,etc.

Este tipo de movimento é comum em acidentes automobilísticos, daí a importancia do suporte de cabeça nos bancos, que minimiza este "chicote " numa colisão traseira.

Sintomas e queixas :
Pacientes conscientes podem referir dor na coluna, formigamentos irradiando-se para braços ou pernas.
Em casos em que já houve lesão do tronco nervoso, podem referir não sentir o membro.
Quando queixam-se destes sintomas nos braços (membros superiores), a lesão provavelmente foi na região cervical (pescoço).
Estas queixas referidas apenas à perna (membros inferiores), a lesão ocorreu em um segmento mais baixo, sendo mais comum na região lombar.
O que fazer :
chamar o resgate,
imobilizar o pescoço e a coluna, ou impedir que a vítima se movimente até que chegue socorro,
especializado. Lembre-se que algumas vítimas podem se apresentar agitadas.
verificar sinais vitais (pulso e respiração),aplicar RCP se nescesário,
avaliar o nível de consciência,
avaliar e cuidar dos demais ferimentos, hemorragias, etc
O que NÃO fazer :

Não transporte ou movimente a vítima sem a real necessidade,

Não ofereça alimentos ou bebidas, mesmo que esteja consciente. Ela pode tornar-se inconsciente, vomitar e aspirar o vômito.
Dicas:
Veja também em nosso site !
ERGONOMIA
Seu corpo no trabalho.

ANÁLISE ERGONÔMICA
Checklists, softwares,etc

ATIVIDADE FÍSICA
Quebrando o sedentarismo

EPI
Equipamento de proteção individual

NR 10
Segurança em atividades elétricas

PCDs
Pessoas Com Deficiências

DST
Doenças Sexualmente Transmissíveis
8 Jeitos de mudar o mundo
Objetivos do Milênio
DIREÇÃO DEFENSIVA
O que é isso?


Parceiros:
ARQUITETO
Carvalho e Silva

CICLOWEB

TCS Studio



  Publicado em 04/2004 - Revisado em 11/2007
Aviso Legal
A sua navegação neste “site" implica seu consentimento e concordância com os termos de uso descritos aqui.
© copyright WWW.DRSERGIO.COM.BR
Design downloaded from Zeroweb.org
Free web design, web templates, web layouts, and website resources!